Como relacionar produtividade e logística

Tempo de leitura: 3 minutos

0 Flares Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Quando falamos sobre logística, muitas pessoas ainda possuem uma visão bem limitada acerca do assunto e não sabem quais atividades esse segmento gerencia. Em sua maioria, acreditam erroneamente que logística se resume apenas a transportes, distribuição e estoques.

Mas acredite, ela vai muito além disso. Ela envolve também planejamento, definição de estratégias, melhorias de processos, entre outras questões importantes.

Por isso, criamos este artigo. Vamos falar melhor sobre essa área e como ela afeta a produtividade e os resultados empresariais. Vamos lá?

 

O que a logística faz?

Sendo bem direto, a logística é um processo de gestão da aquisição, armazenagem, movimentação e distribuição, mas também dos fluxos de atividades e informações, visando reduzir custos, aumentar a satisfação dos clientes, obter agilidade e aumentar a lucratividade.

Ou seja, além de tratar das atividades operacionais que envolvem a área, a logística também é a responsável por gerir a comunicação, de forma que os resultados sejam aprimorados, em diversos aspectos.

 

Como a logística influencia diretamente na produtividade de um negócio?

Conforme mencionamos antes, a logística também influencia na produtividade de um negócio por tratar da gestão dos processos.

Seu objetivo é oferecer meios que tornem as atividades mais ágeis, menos onerosas para a empresa e com menor risco de falhas.

Por isso, ela cumpre um papel importante na hora de buscar pelos resultados esperados e possibilita identificar gargalos que vêm atrapalhando a concretização dos objetivos. Desta maneira criando ações que garantam a eliminação ou pelo menos a minimização das falhas.

Esse papel tem por característica a busca pela excelência e a melhoria de resultados. Mas não podemos esquecer do foco em produtividade, de fazer mais com menos.

 

Quais benefícios as empresas alcançam com esse alinhamento?

O primeiro e talvez o mais importante deles é: você vai reduzir custos. Ao investir em logística, você torna mais eficiente e eficaz os seus procedimento e com isso, é possível conseguir que a mesma quantidade de pessoas realize mais trabalho em menor tempo hábil. O que, em outras palavras, significa maior produção por homem/hora, reduzindo o custo de produção.

Além da produção, ao aplicar a logística em sua empresa, pode-se perceber um aumento de qualidade, uma vez que o objetivo principal é aprimorar os processos. Sendo assim, como as falhas são corrigidas, os riscos de oferecer produtos e serviços com uma qualidade inferior são baixos, já que as melhorias também corrigem a solução de problemas.

Vamos citar um exemplo base, hipoteticamente sua empresa investe em tecnologia voltada para os processos logísticos, além de automatizar as atividades, seu negócio também obterá uma redução nos índices de erros, retrabalhos, nos riscos de extravios e falhas de informação, aumentará a agilidade na execução de tarefas e redução de custos, entre outros. Da mesma forma que, se a sua empresa investir na otimização do processo de estocagem, irá melhorar a previsão de demanda, a composição do estoque e também estabelecerá um sistema de separação.

 

Finalizando, da mesma forma que o investimento em logística proporciona melhorias que acabam melhorando os níveis de produtividade, conseguir melhorar esses índices com qualidade faz com que a logística consiga resultados ainda melhores. Ou seja, ambas as áreas, quando aprimoradas, influenciam nos resultados uma da outra.

 

E para as pessoas que possuem interesse neste segmento, que tal se especializar com docentes que entendem do assunto e possuem uma vasta carreira na área?

Na Faculdade Gap você encontra o curso certo para se tornar um ótimo gestor em logística e fazer o diferencial na área, seja ela no Distrito Agroindustrial de Anápolis (DAIA) ou em outras cidades e estados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *