Empreendedorismo e Inovação: a nova geração de Empresários Rurais

Tempo de leitura: 3 minutos

0 Flares Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Quando você ouve o termo empresário rural é normal que lhe venha à cabeça a imagem do típico fazendeiro usando técnicas bastante rudimentares. Porém, essa visão está totalmente ultrapassada e, atualmente, a gestão do agronegócio está utilizando de ferramentas com tecnologias cada vez mais avançadas.

O setor agrícola é bastante significativo na nossa economia, afinal de contas, somos um dos maiores produtores de matéria prima e exportamos para diversos países. Somos o principal produtor mundial de café e açúcar entre outros produtos e o segundo em soja. O Agronegócio cria cerca de 37% das vagas de emprego do país e representa 39% do total de exportações.

Diante de todos esses números fica claro que o agronegócio é um setor em larga expansão no nosso país e que é uma fonte de empreendedorismo.

Oportunidades no empreendedorismo do agronegócio

Por conta de tantas mudanças, o agronegócio tem se tornado uma fonte de empreendedorismo e novos negócios para diversas pessoas. As oportunidades são muitas e em vários setores.

Por exemplo, é possível investir em biocombustíveis que é o futuro em diversos países, especialmente no Brasil. Com as questões ambientais em alta e a economia verde crescendo, o uso dos biocombustíveis tende a ser cada vez maior não só pelos brasileiros, mas também por outros países abrindo grandes lucros na exportação.

A tecnologia também é um mercado promissor para o agronegócio. Para se recuperar da crise econômica muitos negócios encontraram uma solução na tecnologia. Investir um pouco mais para cortar custos de outros setores e aumentar a produção foi a saída para alguns empresários.

Tecnologias mais simples, porém recentes como o uso de drones para supervisionar a plantação ou a criação de animais vem melhorando e muito os resultados e o controle da produção.

E, falando em controle de produção, entra aqui uma função muito importante: a gestão do agronegócio.

Como aplicar a gestão do agronegócio

Devido à grande importância desse setor para economia brasileira, a gestão do agronegócio é de suma importância. Assim, um profissional especializado tem um grande campo de atuação. O gestor é o responsável por lidar com uma série de problemas relacionados à produção e a outras etapas do processo e tentar resolvê-las baseado em seus conhecimentos práticos e teóricos.

O gestor é também o responsável por identificar quais são as ameaças e oportunidades que rondam o negócio e também as forças e fraquezas, ou seja, as características internas da empresa que precisam ser modificadas ou aperfeiçoadas para que tudo saia conforme o planejado.

A partir disso, também é fácil perceber que o gestor é o responsável por criar estratégias que realmente possam trazer resultados ao negócio com base no que já foi vivenciado. Ele será assim um dos responsáveis pelo sucesso daquele empreendimento.

É importante lembrar que, a maioria das empresas de agronegócio em território brasileiro começaram com uma gestão familiar. Por isso, muitos ainda podem achar que a contratação de um profissional não é necessária. É necessário que o gestor mostre resultados por meio do uso de suas habilidades provando que ele pode fazer mais por aquele local.

Pensando em fazer gestão de agronegócio? Veja a nossa pós-graduação e tudo o que ela tem a oferecer!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *