Saiba quais são as principais áreas de atuação de um Engenheiro de Produção e Logística

Tempo de leitura: 3 minutos

0 Flares Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Ser um Engenheiro de Produção e Logística é se preparar para tomar decisões importantes para uma empresa ou indústria. É ter uma posição de destaque e criar estratégia com base em dados, fazendo análises e inovando no processo produtivo para melhorar os resultados do empreendimento. Esse engenheiro usará de conhecimentos em matemática, ciências físicas e sociais.

E não estamos falando da atuação desse profissional apenas voltado para o maquinário da organização, mas para todas as necessidades como informações e também pessoas que ali trabalham.

Quer saber mais sobre a área de atuação de um Engenheiro de Produção e Logística? Então, veja abaixo quais são as principais!

Pesquisa Operacional

Aqui o profissional fará uso de suas habilidades matemáticas para resolver problemas utilizando softwares, aplicando conceitos e métodos aprendidos durante a especialização. É uma fase na qual o Engenheiro de Produção e Logística precisa resolver problemas reais e precisa introduzir alguns elementos para isso: inteligência computacional, programação matemática, processos decisórios e outros.

Engenharia do Produto

Outra área na qual o Engenheiro de Produção e Logística pode atuar com louvor. O foco aqui é o desenvolvimento de novos produtos passando pelos processos de planejamento, organização decisão e execução das tarefas. Nesse caso, o profissional atual não apenas na fase de criação, mas também caso seja necessário retirar o produto do mercado. Ele é responsável por todo o processo.

Engenharia Econômica

Pelo próprio nome já é possível perceber que nessa área o engenheiro deverá lidar com a parte dos custos do produto e dos processos da empresa. Ele deve pensar nos gastos para cada uma das alternativas criadas para o projeto e o melhor custo-benefício. Para isso, usará seus conhecimentos em gestão econômica, gestão de investimentos, gestão de riscos e gestão de custos.

Engenharia da Sustentabilidade

É cada vez mais presente nas indústrias o conceito de sustentabilidade, ou seja, usar os recursos hoje sem comprometer as gerações futuras. O profissional deverá criar projetos e estratégias para melhorar a forma como os resíduos são descartados, os materiais que são adquiridos para a produção dos produtos, deve pensar em responsabilidade social, produção mais limpa e ecoeficiência, gestão ambiental, gestão dos recursos naturais e energéticos, entre outros pontos importantes.

Logística

A logística tem como foco principal garantir a disponibilidade do produto, a redução dos custos e também atender aos níveis de exigência que os consumidores apresentam. Para isso, são utilizadas técnicas para gerir o transporte, o estoque de mercadorias, a compra de insumos, entre outros itens necessários. Esse profissional também pode trabalhar para melhorar a utilização do espaço físico ajudando na disposição do estoque de produtos e matérias-primas.

Engenharia de Qualidade

O Engenheiro de Produção e Logística pode atuar no gerenciamento da qualidade dos processos, garantindo assim que o produto final esteja adequado ao que foi planejado. Nesse caso, você pode usar diversas ferramentas que o ajudarão nessa questão como o Fluxograma de Processos e o Diagrama de Ishikawa, também conhecido pelo nome de Diagrama de Espinha de Peixe.

Esses são apenas alguns exemplos das áreas de atuação de um Engenheiro de Produção e Logística e há muitas outras. Portanto, o mercado é bastante convidativo para esse tipo de profissional que, com as especializações certas e muito empenho, conseguirá chegar ao topo da carreira.

A Faculdade GAP oferece um excelente MBA em Engenharia de Produção e Logística. Veja um pouco mais sobre o conteúdo programático que você vai estudar e todas as informações necessárias para tomar a sua decisão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *