Engenheiro de manutenção: a carreira do futuro

Tempo de leitura: 3 minutos

0 Flares Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Devido a constante evolução das indústrias e dos seus maquinários, a criação e a qualificação de um novo profissional na área de manutenção foi preciso.

No decorrer dos anos, esta profissão se estabeleceu e a cada ano que se passa, ganha ainda mais destaque no mercado.

Mas o que esperar da Engenharia de Manutenção para o futuro? Confira o artigo que criamos para você e saiba porque o Engenheiro de Manutenção tem um belo futuro pela frente.

Explicando de forma clara e simples, o Engenheiro de Manutenção não é só aquele que está apto para corrigir falhas, ele precisa prevê-las e se possível eliminá-las, desta maneira, ele garantirá maior manutenabilidade dos equipamentos, assegurando que a empresa não deixe de operar por defeito nas máquinas ou sistema e tenha sua lucratividade.

Quais são as funções do engenheiro de manutenção?

Muitas vezes ao falarmos sobre esta profissão, diversas pessoas pensam que o Engenheiro de Manutenção fica em contato direto com o maquinário e que a sua única obrigação é corrigir todos os problemas apresentados pelas máquinas, mas não é assim, as funções deste profissional são bem amplas e você pode conferir logo abaixo.

– Analisa as falhas repetitivas de equipamento;

– Otimiza a estrutura da organização de manutenção;

– Faz a estimativa dos custos de manutenção e avaliação de alternativas;

– Cria previsões sobre as necessidades de peças sobressalentes;

– Mensura as necessidades em termos de renovação de equipamentos e estabelecimento de programas de renovação;

– Aplica princípios de agendamento e de gestão de projetos aos programas de renovação de equipamentos;

– Avalia as necessidades em termos de materiais e de mão de obra para uma manutenção eficaz;

– Classifica as necessidades em termos de qualificação técnica e profissional do pessoal de manutenção;

– Identifica e reporta os riscos em termos de segurança associados à manutenção.

Indústria 4.0 e o Futuro da Carreira de Engenheiro de Manutenção

Quando falamos de indústria e tecnologia, sempre imaginamos que no futuro tudo será controlado por robôs (inteligência artificial) e que a profissão do engenheiro de manutenção estará correndo risco. Mas isto é um grave engano!

A indústria 4.0 (como é chamada) realmente terá muitas máquinas que farão o trabalho de verificação dos equipamentos, mas quem fará a coleta de dados e manutenção destas máquinas? É por isso, que a importância do engenheiro de manutenção só cresce.

Explicando de forma mais clara, as máquinas coletarão os dados e agirão de acordo com os padrões pré-estabelecidos da sua programação, mas, mesmo com tanta independência, ainda precisarão da intervenção humana para agir de acordo com as necessidades da empresa, assim, levando os benefícios propostos.

É nesta hora que o engenheiro de manutenção irá ganhar um papel ainda mais importante, pois atuará como estrategista e terá dados ainda mais precisos e imediatos para trabalhar, o que será um grande diferencial para as empresas que investirem na contratação deste profissional.

Para se tornar um grande profissional na área de engenharia de manutenção você não precisa somente consertar máquinas, mas sim pensar de forma estratégica, lidando com dados e sugerindo mudanças a partir da interpretação deles.

Por isso, se você pensa em se tornar um engenheiro de manutenção, amplie seus horizontes, entenda as falhas das empresas e apresente soluções, desta forma você se tornará um profissional imprescindível para os resultados da equipe.

Saiba mais sobre o curso de Especialização em Engenharia da Manutenção clicando na imagem abaixo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *